Brazitaly
Samuel Valentim
Superação

Márcia Estevão: ‘’hoje eu sou toda alegria e gratidão, eu venci a covid 19’’

“É preciso que cada um de nós façamos a nossa parte: manter o distanciamento social. Todos juntos nesta causa, venceremos esta batalha.”

22/07/2020 12h50Atualizado há 4 meses
Por: Lameck Valentim

Hoje sou toda alegria e gratidão, eu venci o COVID!”, relata Márcia Estevão, Nutricionista do Hospital Regional Deolindo Couto e do Nasf da Secretaria Municipal de Saúde de Barrra D’Alcântara, que testou positivo para covid, através do teste(SWAB DENASOFARINGE), no dia 27 de Junho 2020.

O que posso dizer a todos é que devemos estar sempre atento a todos sintomas gripais e procurar o mais breve possível os serviços de saúde, pois tinha feito o teste rápido( SARS-COV-2), no dia 24/06/2020 e tinha dado negativo, logo no dia seguinte, comecei a apresentar alguns sintomas e pensei que fosse rinite alérgica, porém no sábado, 27/06, comecei a ter a sensação de febre, bastante coriza, muita irritação nasal e cefaleia. Fiz o teste e deu positivo, agradeço aos enfermeiros Valdeni Fontes e Celana Camarço pelo acolhimento do teste.

Ao receber o resultado, tentei manter a positividade e como eu sempre falava com Senhor nas minhas orações, que eu não ficasse triste e nem com medo, confiei e entreguei. Mas ao comunicar para minhas companheiras de trabalho, a equipe de plantão do dia, do HRDC, me emocionei e vieram as lágrimas, mas foi exatamente, as palavras de estímulos e apoio de cada uma, que me fortaleceu ainda mais, minha gratidão! Em seguida fui muito bem acolhida na UPA de Oeiras, pelos médicos Irizon e Karoliny Rodrigues e a enfermeira Deise e toda a equipe. Foram realizados todos os exames necessários para a avaliação e prescrição do meu tratamento, este foi prescrito juntamente com minha sobrinha filha, a médica, Mariane Estevão, que trabalha na área Covid, em Hospitais de referência em Recife/PE, que me acompanhou através da telemedicina, durante todo o meu tratamento e recuperação, minha eterna gratidão por todo cuidado e atenção! Graças a Deus quase todos os exames foram normais somente uma pequena alteração pulmonar. Diante dos resultados apresentados, pude fazer meu tratamento em domicilio.

O “ISOLAMENTO” sabemos que tem momentos que não são fáceis, mas é preciso que tenhamos a responsabilidade de mantê-lo, pois é necessário para a nossa recuperação e proteção de todas as outra pessoas e não devemos sair, a não ser que haja necessidade em relação ao nosso tratamento.

Nos primeiros cinco dias foram mais difíceis, pois os sintomas, eram mais intensos, como coriza, obstrução nasal, um pouco de tosse, cefaleia, anosmia (perda do olfato), após 08 dias apareceram as dores no corpo e 10 dias após o teste, praticamente tudo foi se estabilizando. Com fé, esperança e a alegria no Senhor e muita oração, vivi estes dias. Quando amenizaram os sintomas, aproveitei para estudar um pouco e me atualizar, especialmente fazendo cursos oferecidos pelo Ministério da Saúde sobre a Covid.

Agradeço a todo o cuidado e atenção da ESF da UBS Jurani, através da enfermeira Timaguia e a Médica Mariane Sá, feito por teleconsultas durante todo este período, como também do psicólogo Aluísio Gonçalves do HRDC.

O que foi importante para a minha recuperação: o tratamento eficaz e o acompanhamento por todos os profissionais de saúde acima citados, medicação, alimentação saudável, hidratação, sono reparador, troca de experiências entre amigos que estavam também em tratamento e oração. Sobretudo agradeço a Deus, a minha família, amigos, em especial os amigos de trabalho, pelo apoio, cuidado, orações, mensagens, ligações, tudo isto foi fundamental e é o que precisamos neste momento.

Oportunamente agradeço a minha irmã, Marcilene Estevão, por te vindo cuidar de mim todos esses dias com seu carinho, sendo a responsável pela minha alimentação, com suas comida deliciosas. Graças a Deus não perdi o paladar. Não discrimine quem testou positivo para Covid, não tenha vergonha de dar o seu testemunho, que teve Covid. Apoie, oriente e seja luz para outras pessoas.

É preciso que cada um de nós façamos a nossa parte: manter o distanciamento social, cumprir as medidas preventivas recomendadas pelo Ministério as Saúde e precisamos fortalecer a nossa imunidade, fazer uma alimentação saudável, beber bastante água, ter sono reparador e praticar atividade física sem aglomeração e oração. Todos juntos nesta causa, venceremos esta batalha.

Solidarizo-me com todo que já enfrentaram esta doença, especial com todos os profissionais, que também se contaminaram e com todos os demais. Que Deus nos abençoe e nos proteja e nos dê saúde para continuarmos trabalhando nesta batalha, pois cuidamos do amor de alguém e somos o amor de alguém. Que os gestores possam se sensibilizar cada vez mais e proporcionar a todos nós melhores condições de trabalho e valorização profissional.

“Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o senhor o seu Deus estará com você por onde você andar” (Josué 1:9)

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias