Brazi JN Rapidão
Literatura

Jornalista 'oeirense' lança Livro-reportagem ''Mãos que trazem à luz: memórias das parteiras de Oeiras-PI'', um resgate ao ato de partejar

O livro é resultado do trabalho de Conclusão de Curso da Sandy Swamy na Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

14/09/2020 18h41Atualizado há 2 semanas
Por: Lameck Valentim

Por: Fabiana Santos

O livro-reportagem "Mãos que trazem à luz: memórias das parteiras de Oeiras-PI", será lançado de forma online no dia 21 de setembro às 19h, no YouTube da Sandy Swamy. A obra busca salvaguardar a cultura do Estado através do relato de parteiras tradicionais que realizam esse ofício milenar no sertão do Piauí. Este é o primeiro livro da escritora e jornalista Sandy Swamy, 25 anos, que carrega em seu currículo prêmios de “Melhor Reportagem” e “Mulher de Expressão”. Como coautora da obra, temos a jornalista e professora mestra Lana Krisna.

 A obra dar voz a mulheres que no ato de partejar trazem nas mãos o amparo para chegada de mais uma criança ao mundo. Apresenta mães que em meio a dor e espera ver no auxílio da parteira cumplicidade e acolhimento. Estes são os personagens reais que dão vida e emoção para o livro-reportagem”, diz Sandy Swamy.

 O livro é resultado do trabalho de Conclusão de Curso da Sandy Swamy na Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Natural de São Paulo, mas com raízes familiares em Oeiras, Sandy Swamy, encontrou na Capital da Fé o refúgio para morar e a inspiração para pesquisar e escrever. Já Lana Krisna, foi orientadora da Sandy no TCC e a acompanhou durante todo o processo para publicação do livro. Lana, nasceu em Simões, e em Picos encontrou refúgio para sua profissão.

 No livro-reportagem "Mãos que trazem à luz: memórias das parteiras de Oeiras-PI", a escritora leva a perceber que as parteiras fazem parte da nossa história e precisam ser conhecidas e eternizadas.

 O livro também aborda questões ainda pouco discutidas e que são importantes no que tange a saúde pública, uma delas é como grande parte da população está nascendo em nosso país. Na obra é apresentado o percentual de cesarianas realizados na região Nordeste, onde cerca de 90% dos partos da rede privada são cesárias, e nos hospitais públicos esse número fica entre 35% a 40%. Dados que alertam para o alto índice de parto cesariano, ultrapassando os 15% recomendados pela OMS”, afirma Sandy Swamy.

Livro " Mãos que trazem à luz: memórias das parteiras de Oeiras-PI". Autora: Sandy Swamy Silva do Nascimento. Coautora Lana Krisna de Carvalho Morais. Editora: Appris. 117 páginas.

 Agende-se

O quê: Lançamento do livro "Mãos que trazem à luz: memórias das parteiras de Oeiras-PI".

Quando: 21 de setembro, às 19h.

Contato: (89) 99428-7979

Onde: YouTube e Facebook da escritora @sandyswamy (https://www.youtube.com/channel/UC_eDyCXfdxrkCesjh_i5YrQ)

Quanto: Gratuito.

As autoras:

Sandy  Swamy

 

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, graduanda em Relações Públicas, ambas pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)É. cofundadora do Coletivo Esperança Garcia, em Oeiras-PI, e do Coletivo GracIones em Picos, os dois têm como objetivo o acolhimento e o empoderamento de mulheres vítimas de violência. Paulista, filha de piauienses, nascida em 1995. Na universidade, o jornalismo literário encontrou-a juntamente aos estudos sobre cultura, política e gênero. Mãos que trazem à luz: memórias das parteiras de Oeiras-PI é a primeira obra das muitas que pretende escrever para dar visibilidade às mulheres. E-mail: [email protected]

Lana Krisna

Jornalista, mestra em Educação pela Universidade de Pernambuco (UPE). Membro do Grupo de Pesquisa em Comunicação Alternativa, Comunitária, Popular e Tecnologias Sociais da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e do Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação no Sertão do São Francisco (Gephesf). Tem pós-graduação em Docência e Metodologia do Ensino Superior e da Pesquisa; Jornalismo Digital e Assessoria de Comunicação. É professora efetiva e foi coordenadora do curso de Jornalismo da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) campus de Picos, coordena pesquisas sobre memória e protagonismo de mulheres no sertão do Piauí. E-mail: [email protected]

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias