Samuel Valentim
Brazitaly
Desbravadora

REPRESENTATIVIDADE - Angella Lemos, atriz e empresária há 15 anos brilhando na Europa

Na primeira capital do Piauí, começou a fazer teatro no Grupo IPA de Teatro.

PRA NÃO PASSAR EM BRANCO

PRA NÃO PASSAR EM BRANCOEspaço dedicado ao povo negro

25/11/2020 16h13Atualizado há 2 meses
Por: Lameck Valentim
Fonte: REVISTA CONECTA /Maíza Silva

Certas pessoas são de fato desbravadoras. Levam a vida, talvez, sem ao menos perceber que o caminho delas é feito de ciclos. Meio nômades, elas vão descobrindo o mundo e, ao mesmo tempo, escrevendo a própria história.

Em meio uma cena e outra, no espetáculo da vida, Angella de Carvalho Lemos, atriz, esteticista, empresária conta como saiu dos palcos e tornou-se CEO de duas empresas do ramos da estética em Portugal.

Angella nasceu em Oeiras no Piauí, filha única do senhor Geraldo Batista Lemos e Rita de Cácia de Carvalho Lemos, ela está na Europa Há 15 anos. Na primeira capital do Piauí, começou a fazer teatro no Grupo IPA de Teatro, depois integrou outras companhias e participou do filme O auto da Compadecida.

 Embora não tenha visitado sua terra natal, esse ano, por causa da pandemia provocada pela COVID-19, ela diz visitar a família, anualmente. “Eu amo minha família e sou grata a eles por tudo que me tornei”, afirma Angella, emocionada.

 Como você iniciou a carreira de atriz?

Eu era muito jovem quando um diretor de teatro me descobriu na cidade de Oeiras- Piauí. Foi durante um teste com várias crianças. Tínhamos que encenar uma sementinha brotando da terra. Acho que ele ficou tão impressionado com minha interpretação, diante de toda a minha ingenuidade, que me chamou para fazer parte da equipe de teatro dele. De lá pra cá, não parei mais.

 Como foi fazer parte do elenco de um dos filmes que é referência para o cinema brasileiro - O Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna?

Foi superinteressante ter estado muito próximo de Selton Mello, Matheus Nachtergaele, Fernanda Montenegro e tantos outros grandes nomes do cinema brasileiro. Eu fiquei, realmente, muito encantada de poder ter estado com eles e de sentir a energia deles. O que valeu para mim, na verdade, não foi nem a atuação propriamente dita, mas sim, ter participado do filme, de ter encontrado aquelas pessoas, ter contato com essas pessoas, não só os moradores da cidade como também o elenco. Eles se tornaram meus amigos e fazem parte do meu ciclo de amizades, até hoje. Foi incrível essa experiência.

Como você chegou em Portugal?

Vim para Portugal com objetivo de prestar concurso público para enfermagem. Naquela época, o teatro era apenas uma forma de ganhar um extra e também uma oportunidade de fazer o que eu gostava. Quando surgiu a ideia de vir para Portugal, eu já trabalhava como enfermeira em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

 E a Suíça, como você foi parar lá?

O que me levou para a Suíça foi o amor da minha vida. Conheci meu esposo durante um período de férias que passei lá, há 13 anos. Nesse mesmo período ele convidou para viver com ele e que me ajudaria a conquistar minha independência financeira. Sua primeira atitude foi matricular-me em um curso intensivo de francês, depois me incentivou em meus estudos de consultoria de moda em Lyon. Sempre me apoiou em todos os meus projetos. Sou muito grata a ele por todo o carinho e dedicação a mim.

 Como Lyon entrou nessa história?

Na verdade, eu não cheguei a morar em Lyon, na França. Eu estudei lá e fazia um percurso, da Suíça para Lyon, de 2 horas, ida e volta, todas as semanas, durante 2 anos, para um curso de moda e consultoria de imagem. Queria muito essa formação que, a meu ver, era também uma superação, pois eu era a única latina do curso, todas as outras alunas e professores eram francofones*. Fiz todo esse trajeto porque eu queria frequentar um curso de consultoria de moda que me oferecesse uma certificação reconhecida pelo governo francês.

 Como nasceu o Angel’s Institute?

O Angel’s Institute começou de forma bem modesta, em um espaço bem pequeno, onde eu podia atender minhas clientes.

Quando eu abri o Institute eu já possuía algumas formações na área da estética como limpezas de pele, micropigmentação, make-up artística etc, o que me permitiu fazer atendimentos personalizados e ter meu próprio espaço para isso. Sem ter que trabalhar para terceiros. Rapidamente, eu consegui um leque de clientes muito expressivos, aqui em Portugal. Figuras públicas, pessoas da mídia que são, de fato, influenciadores. Dessa forma, muitas portas se abriram para mim, o que deu notoriedade ao meu trabalho.

E o Angel’s Academy?

O Angel’s Academy surgiu por acaso. Na medida que eu ia postando meus trabalhos nas redes sociais, as pessoas me procuravam em busca de aprendizado. Filha de professora, ou seja, está no DNA o dom de ensinar. E assim, na mesma sala que fazia meus atendimentos comecei a dar formações personalizadas de acordo com as necessidades de cada aluna. Hoje, o Angel’s Academy possui seu próprio espaço no andar de cima do Angel’s Institute.

 O que te motiva a continuar seu trabalho, principalmente, os relacionados a área da estética avançada?

O que mais me motiva no meu trabalho, na verdade, pode parecer piegas, mas é ver o sorriso no rosto das minhas clientes. Para mim, isso não tem preço, é fazer o bem sem olhar a quem. Tudo que eu faço é com muito carinho e amor. Acredito ter um objetivo nesse mundo, eu não vim para cá para passar no anonimato, eu vim com o objetivo de trazer luz para vida dessas pessoas que, automaticamente, acabam trazendo luz para minha vida também.

 O que o teatro representa para você, hoje?

Para mim, o teatro representa a vida, a dialética a transformação. O teatro é a quebra de tabus, é a luz no palco, é vida. Eu sinto muita falta de estar nos palcos, assim como a grande maioria dos artistas que não estão podendo subir aos palcos como antes. Com certeza, essa pandemia vai passar logo e todo mundo vai voltar a ter uma vida normal e feliz como tínhamos antes. Eu também, como artista nata, não vejo a hora de voltar aos palcos e encenar.

 

 

 

 

6comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias