Brazitaly
ALERTA

Oeiras está com limitação de testes para Covid e baixa de casos não representa redução de infectados

Na quinta-feira, 11, o Boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde apresentou cinco novos casos. Já nesta sexta-feira, foram 10 casos.

12/03/2021 19h08
Por: Lameck Valentim

Após dias com números elevados dos casos de Covid 19 em Oeiras, a cidade apresentou nos dois últimos dias uma redução no número de pessoas infectadas. Na quinta-feira, 11, o Boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde apresentou cinco novos casos. Já nesta sexta-feira, foram 10 casos.

Para esclarecer esta situação o Mural da Vila conversou com a enfermeira Alexsandra Fontes, diretora da Central Covid em Oeiras, que explicou que a redução do número de casos nos dois últimos dias, não representa um achatamento na curva ascendente de casos na cidade. “O boletim desta quinta-feira, acabou causando certa sensação de relaxamento nas medidas de prevenção ao contágio, pois algumas pessoas chegaram a pensar que a curva já está achatada, que a situação já se resolveu, e essa não é a realidade”, alertou a enfermeira.

 Alexsandra Fontes esclarece que a Central Covid está com um número limitado de testes de antígeno, um teste em que é possível ter o resultado em torno de vinte a trinta minutos.  Em muitos casos são utilizados o teste de antígeno. Nós temos no município, mas a gente está priorizando enquanto organização interna, casos que precisam de um diagnóstico mais rápido, pessoas que tem comorbidades e idosos, enfim, os casos que apresentam a possibilidade de evoluir para um nível de gravidade com mais rapidez. Por mais que hoje a gente encontre jovens com o caso se agravando rápido, e aí vem a opção também por exame de imagem”, esclarece a Alexsandra.

A diretora afirma que a Central Covid tem também o teste padrão ouro, que é o RTP PCR. Para este exame, o material é colhido em Oeiras e encaminhado para o LACEN (Laboratório Central) em Teresina em tempo hábil. Com os exames sendo encaminhados para a capital o resultado demora um pouco mais, tendo em vista que o LACEN atende todo o estado do Piauí e os casos estão em ascendência em todas as cidades.

Alexsandra Fontes acrescenta que no momento 80 pessoas estão aguardando resultados de testes em Oeiras e esclarece que estas pessoas encontram-se em isolamento domiciliar sendo monitoradas e feita uma abordagem sindrômica e clínica e conforma a sintomatologia,  o médico já faz a medicação adequada. Todas estas pessoas que aguardam o resultado assinaram um termo de isolamento e são monitoradas para verificação do seu comprimento.

Por fim, Alexsandra ressalta que a cidade precisa de no mínimo quatro semanas para que a curva realmente apresente um achatamento. Para isso, ela reforça a necessidade de manter o isolamento social e todas as medidas de prevenção, como o uso de máscaras e higienização das mãos e que em caso de surgimento de algum sintoma procurar imediatamente a Central Covid, pois o tratamento precoce é fundamental. “É muito importante buscar o serviço precocemente, logo no início dos sintomas. Percebemos um vírus com um formato mais agressivo, evoluindo rapidamente para a gravidade e é isso que a gente tem recomendado: que as pessoas procurem a nossa Central. Por mais que a gente esteja com a demanda crescente e essa limitação de um diagnóstico rápido, estamos utilizando o teste que é o recomendado no mundo inteiro (RTP PCR), no entanto tem a parte do Estado que é a emissão do resultado, e este só pode ser feito no Laboratório Central em Teresina”, finaliza a diretora da Central Covid de Oeiras.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias